Pages

quarta-feira, agosto 19, 2009

Os dois cérebros


Durante as últimas duas décadas se tem tratado de entender a origem do PROCESSO CREATIVO.

Foi perguntado a mais de 10 mil pessoas esta pergunta:

De onde obtens suas melhores idéias?

97% responderam:
• Durante o banho
• Antes de dormir
• Quando não faço nada
• Quando caminho
• Conversando
• Meditando
• Analisando
• Nas férias
• Tomando vinho
• Em outras atividades diversas...


3% responderam:
• No trabalho


As respostas obtidas foram surpreendentes, especialmente considerando todo o tempo do dia que as pessoas passam no seu trabalho.

Por que isto acontece?

Temos mais de um "cérebro".

Um “faz nosso trabalho”.

O outro se encarrega de gerar idéas criativas que não tem nada que ver com o trabalho.

Platão foi o primeiro a postular a idéia de que há dois aspectos distintos na mente humana.

A um destes aspectos chamou “Logistikon”, a parte racional do ser humano.
Ao outro chamou “Nous”, a parte intuitiva das pessoas.

No mundo ocidental, a maioria das pessoas não tinha idéia do que Platão queria dizer com a sua teoria dos dois cérebros e basicamente a ignorou por anos.

O lado esquerdo está associado com o intelecto, e está relacionado com o pensamento convergente, abstrato, analítico, calculado, linear, sequencial e objetivo - se concentra nos detalhes e nas partes do TODO.

O lado direito está associado com a intuição e está relacionado com o pensamento divergente, imaginativo, metafórico, não-linear, subjetivo e se concentra no TODO das coisas.

Quando uma pessoa está no trabalho, a maior parte do tempo usa o lado esquerdo do cérebro. Se concentra nos detalhes, em tratar de encontrar o problema, em tratar de obter informação e feitos. Lógica, praticidade e ordem são as leis do dia.

Mas deve-se tomar em conta que o lado direito do cérebro é “tímido”. Não chegará e se porá a fazer o que tão bem sabe fazer.

Necessita ser convidado a funcionar. Como?

Sair para passear. Exatamente isto: vá caminhar, dar uma volta, inclusíve pular ou correr. Quando seu corpo se move, seu lado direito se ativa.

Escute música. Ou, melhor ainda, toque. Especialmente música sem letra ou cantada numa língua que você não entenda.

Desenhe, ou faça esculturas, pinte ou faça algo assim. Faça representações visuais de seu objetivo ou idéia.

Use o humor! “Ahá” e “ha,ha, ha” estão muito conectados. O riso o libera da tiranía da lógica e da linearidade.

Visualize a solução que tanto está batalhando para encontrar racionalmente. (Veja com os olhos da mente)

Necessitamos de ambos: do lado esquerdo e do lado direito. O segredo é saber como nos mover fluidamente de um lado para o outro com facilidade.

Fonte: Idea Inovations

2 comentários:

Fatima disse...

Muito bom texto, muito boas as dicas. Completo como o amigo.
Bjs.

Eliene Dantas disse...

Estou tentando fazer isso a vida toda... rsrs

bj de Fera procê!

Blog Widget by LinkWithin